CURIOSIDADES SOBRE O MUNDO ANIMAL

1. A BORBOLETA-VICE-REI tem um paladar agradável para os predadores mas, para evitar a predação, possui um padrão colorido, semelhante ao da BORBOLETA-MONARCA, pois esta tem sabor amargo que os predadores evitam.

2. Algumas espécies de BORBOLETAS, para fugirem das condições climatéricas no Inverno, chegam a voar mais de 3500 km para o Sul.

3. São necessárias 1000 ABELHAS a trabalhar durante toda a vida para fabricarem meio quilo de mel.

4. A luz do PIRILAMPO (ou vaga-lume) não queima, sendo uma das luzes mais frias da Terra, isto é, dispende um potencial insignificante de energia sob a forma de calor. A capacidade de um organismo produzir luz denomina-se luminescência. É o caso do pirilampo macho, que emite sinais luminosos para atrair as fêmeas. No entanto as fêmeas de algumas espécies de pirilampos também emitem sinais deste tipo para atrairem presas para se alimentarem.

5. Uma termiteira pode atingir mais de 9 metros de altura. Cada colónia é inicialmente formada por um par de TÉRMITAS que procura uma fenda para acasalar. Começam a construir paredes de madeira mastigada e terra misturada com saliva e excrementos para a fêmea pôr os ovos. Por isso as térmitas vivem em sítios onde existe muita madeira morta e excrementos para a construção das suas colónias, como as zonas de alimentação das manadas de elefantes.

6. A rainha de uma colónia de TÉRMITAS chegar a pôr durante um dia 80 000 ovos, o que significa que em determinadas condições esta fêmea pode fazer a postura de mais de um ovo por segundo.

7. As FORMIGAS-BARRIGA-DE-MEL armazenam uma enorme quantidade de alimentos. São alimentadas à força por obreiras e ficam tão inchadas que não conseguem andar. Uma vez cheias como balões, são penduradas no tecto das galerias do ninho pelas patas anteriores. Quando se acaba o alimento, as formigas fazem bicha para serem alimentadas por estas formigas, afagando-lhes o abdómen para fazer sair gotículas de alimento.

8. A BICHA-CADELA fêmea é uma mãe surpreendentemente cuidadosa. Enquanto a maior parte dos insectos põe os ovos e abandona-os, a bicha-cadela toma conta deles. Lambe-os e move-os de um lado para o outro para não criarem bolor. Quandos os filhos nascem leva-lhes alimento. Posteriormente, no exterior do ninho, mostra-lhes onde encontrar comida. A mãe bicha-cadela e a sua prole conservam-se juntos até os filhos se terem desenvolvido totalmente.

9. O Titanus gigantus é o maior besouro do mundo, com mais de 20 cm de comprimento. É maior do que a mão de um homem.

10. As BARATAS são os insectos mais antigos do planeta, habitando a Terra há mais de 300 milhões de anos. São muito resistentes, podendo sobreviver 45 dias sem comer e 15 dias sem beber. São também dos seres vivos mais rápidos, podendo percorrer um metro por segundo. Para um homem isto equivaleria a correr 150 km numa hora.

11. Uma PULGA pode saltar até 50 cm de altura. Se fizermos a proporção para a espécie humana, um homem poderia saltar até 1500 m de altura.

12. Um GRILO pode saltar até uma altura quinhentas vezes maior do que o seu tamanho.

13. Uma LIBÉLULA pode atingir velocidades de cerca de 80 km por hora.

14. As ARANHAS constroem teias de diversos tipos para capturarem presas. As teias são feitas de uma substância líquida protéica, em forma de fio. A aranha pode recuperar estas substâncias nutritivas ingerindo-os.

15. A maior ARANHA do mundo pode medir 28 cm com as patas abertas, maior do que um telemóvel.

16. A ARANHA-BOLA da Austrália Oriental é uma especialista na caça de borboletas que se encontram na fase de acasalamento. Os machos destas descobrem as suas fêmeas pelo cheiro, pois elas libertam substâncias químicas que os atraem - feromonas sexuais. A aranha aproveita-se deste facto, pois tece compridos fios com uma bola na extremidade, revestida com uma feromona idêntica à libertada pelas fêmeas de borboleta. Quando as borboletas esvoaçam perto da teia, a aranha balança lentamente as suas bolas, para lançar a feromona no ar. O odor atrai imediatamente todas as borboletas macho das redondezas, que se aproximam da bola. Uma vez ao alcance do fio que rodopia, o presumível apaixonado não tarda a ser apanhado pelas bolas pegajosas e içado pela aranha. Chegam a ser apanhadas e devoradas oito borboletas numa só noite. O fio tecido pela aranha-bola é notável. É feito de uma proteína parecida com a borracha, mas é mais resistente do que o nylon fabricado pelo homem e duas vezes mais elástico. Um fio de seda tecido por esta aranha é 250 vezes mais fino do que um cabelo humano e tem o dobro da resistência de um fio metálico.

17. Uma ESTRELA DO MAR tem grande capacidade de regeneração. Se por qualquer motivo ela perder um braço, este pode crescer novamente.

18. Existe uma classe de PEIXES com uma estratégia reprodutora que assegura a viabilidade das espécies. É que na ausência de machos para copular, a maior fêmea do cardume sofre uma reversão de sexo, transformando-se em macho, com capacidade de produzir esperma para fertilizar os óvulos das outras fêmeas.

19. As GAROPAS-DE-NASSAU, dos recifes de coral do mar das Caraíbas podem passar do sexo feminino para o masculino. Se num período reprodutivo houver demasiadas fêmeas, algumas das mais velhas podem mudar de sexo no período seguinte.

20. O PEIXE-PULMONADO AFRICANO enterra-se no leito dos rios lamacentos, à medida que a água dos rios vai secando, quando chega a época da seca. O peixe dorme dentro da lama aquecida pelo sol, até o rio voltar a correr. Nessa altura acorda do sono estival e volta a nadar.

21. Em novembro, o SALMÃO-DO-ATLÂNTICO regressa aos rios europeus onde nasceu, para desovar. O salmão está bastante espalhado pelo Atlântico Norte, e alguns percorrem mais de 1600 km em cerca de seis semanas. Podem orientar-se pelo campo magnético da Terra e pelas correntes. Nas águas costeiras, a composição química da água também pode orientá-los. Só quando os rios aumentam de volume com as chuvas é que os salmões os sobem. Debatendo-se nas torrentes, saltando rápidos e cascatas, encaminham-se para os baixios de cascalho nas margens dos rios, onde a água límpida é muito oxigenada. Durante a viagem os macho adquirem um pontiagudo esporão de exibição, na ponta do maxilar inferior, e ambos os sexos mudam de cor, passando de um tom prateado para um castanho rosado.

22. A RÃ-VOADORA habita as florestas do Sudoeste Asiático. Possui corpo esguio e dedos invulgarmente compridos. Na verdade não consegue voar, mas plana muito bem. Quando salta de uma árvore para outra afasta bem os dedos e então a membrana interdigital (que fica entre os dedos) transforma cada uma das patas num pára-quedas e a rã cai suavemente no ar, até chegar ao tronco de uma outra árvore.

23. A menor RÃ do mundo é tão pequena que cabe num simples dedal de costura.

24. A minúscula RELA-VENENOSA vive nas florestas húmidas da América Central e do Sul. A sua pele produz um veneno mortal e são muito coloridas para avisar os predadores. Esse veneno é utilizado pelos índios da floresta para untarem a ponta das flechas.

25. O SAPO-PARTEIRO vive na Europa Ocidental. Este animal acasala em terra, o que é muito raro nos anfíbios. A fêmea põe cerca de 50 ovos e, após a fecundação, o macho enrola cuidadosamente a fiada de ovos em volta dos membros posteriores, transporta-os durante um período que pode ir até um mês e meio e deposita-os, por fim, em água quando os girinos estão prontos a nascer.

26. O SAPO é um controlador natural de pragas - pode comer mais de 100 insectos por dia.

27. A Amazónia possui a maior diversidades de sapos do mundo. O cururu mede 30 cm e pesa mais de um quilo.

28. O LAGARTO-DE-COLAR, da Austrália Setentrional, tem uma táctica eficiente de afastar os predadores. É um animal esguio, com pouco mais de um metro de comprimento, mas que quando se assusta, pode-se transformar num ser medonho. O lagarto ergue-se, ficando apoiado apenas nas patas traseiras, balança-se de um lado para o outro, abre a sua enorme boca para exibir o vistoso interior e solta um silvo estridente. As cartilagens ligadas à língua endurecem e fazem subir um enorme colar franzido, com cerca de 30 cm de diâmetro, densamente salpicado de pontos dourados e alaranjados, que contrasta com o seu corpo acinzentado. Não admira que um presumível predador bata em retirada. Passado o perigo, o colar é recolhido e o animal volta às suas tarefas habituais. O colar também serve para controlar a temperatura. Quando têm frio abrem-no ao sol. A sua pele fina está cheia de vasos sanguíneos que absorvem o calor e o transferem para a corrente sanguínea. Quando o lagarto tem muito calor, expõe o colar aberto a uma brisa refrescante para perder calor.

29. Não é habitual que as serpentes demonstrem qualquer tipo de interesse pelas suas crias, não se dando ao trabalho sequer de vigiar os seus ovos, abandonando-os após a postura. A PITÃO-VERDE arborícola da Nova Guiné é um caso raro de cuidados parentais. Ela fica enroscada à volta dos seus ovos durante os cerca de três meses que decorrem da postura à eclosão. Escolhem árvores muito altas, com copas muito densas, que não deixem passar a luz e aí ficam durante todo o tempo. No entanto, quando as crias nascem ficam logo entregues a si próprias.

30. Os maiores CROCODILOS podem atingir os 8 metros.

31. A palavra DINOSSAURO tem origem grega e deriva de "deinos", que significa terrível ou poderoso, combinado com "sauro", que quer dizer lagarto. Este nome de "lagarto terrível" deve-se ao facto de todos os dinossauros serem vistos, inicialmente, como criaturas gigantescas e aterradoras.

32. As bicadas de um PICA-PAU numa árvore acontecem a um ritmo alucinante - até cem bicadas por minuto. Ele procura também formigas nas árvores e chega a comer mais de mil por dia.

33. A cauda do PAVÃO torna-o vistoso por possuir penas com características muito especiais. Cada uma dessas penas tem um molho na ponta. Se fizermos incidir lateralmente a luz de uma lâmpada sobre uma pena de pavão, esta parecerá preta, pois não são os pigmentos que lhe conferem côr. Os pequeníssimos filamentos ou bárbulas que orlam as frontes das penas têm superfícies especiais que decompõem a luz nas várias cores do arco-íris e são essas as cores que vemos. No entanto, a côr reflectida depende do ângulo de incidência da luz.

34. A pequena ave, habitualmente chamada de BEIJA-FLOR, é dos seres vivos mais fortes na natureza, pois por exemplo em relação ao homem, os seus músculos são nove vezes mais poderosos. Ele bate as suas asas noventa vezes por segundo e consegue extrair néctar de 2 000 flores diariamente, sem qualquer qualquer ponto de apoio.

35. Um ovo de avestruz pode pesar 1,5 kg.

36. Um GOLFINHO consegue entender cerca de 50 palavras humanas.

37. A BALEIA-AZUL é o maior animal do mundo, medindo cerca de 30 metros de comprimento e podendo pesar até 187 toneladas. É muito maior do que o maior dos dinossauros! Estas dimensões só são possíveis porque a água suporta o peso contra a força da gravidade, o que não acontece com os animais terrestres. Vive nos mares frios da Antártida, onde encontra o seu alimento preferido: minúsculos camarões que come em grandes doses - algumas toneladas por dia. As suas crias são dignas dos seus pais, pois nascem com 7,5 metros de comprimento e pesam cerca de 2000 kg. Durante sete meses alimentam-se exclusivamente do leite da mãe (cerca de uma tonelada de leite muito rico por dia), o que lhes permite engordar 4 kg por hora (cerca de 100 kg por dia). Quando as crias são desmamadas já medem cerca de 15 m.

38. O CACHALOTE é a única fonte mundial de âmbar cinzento, uma matéria básica para a indústria de perfumes caros. Eles alimentam-se de lulas gigantes, que engolem inteiras. No entanto, não conseguem digerir os bicos duros da lula, que permanecem nos seus aparelhos digestivos, produzindo uma substância escura e fétida - o âmbar cinzento - que é a melhor substância conhecida para conservar o aroma dos perfumes. Os cachalotes expelem frequentemente esta substância que pode, assim, ser encontrada a boiar no mar. É por ser tão rara que tem um preço tão elevado.

39. Um OURIÇO CACHEIRO hibernado apenas respira uma vez de seis em seis minutos, em vez das mais de trinta vezes por minuto que normalmente respira durante o período de atividade.

40. O coração dos MORCEGOS possui um ritmo cardíaco muito acelerado. Quando se encontra a voar, um morcego pode efetuar 1100 batimentos cardíacos por minuto.

41. O único coletor de cogumelos que é muito seletivo e que tem elevado grau de precisão é o PORCO, que nalgumas zonas é aproveitado para detectar trufas.

42. As armações dos VEADOS são aveludadas enquanto novas e percorridas por vasos sanguíneos. Têm um papel importante na altura do acasalamento, mas decorridos alguns meses desprendem-se da cabeça dos animais. Pelo contrário, os chifres são estruturas ósseas ocas, que crescem durante toda a vida do animal e não são substituídos caso caiam ou se danifiquem.

43. A PREGUIÇA, espécie típica da Amazónia, tem o cérebro do tamanho de uma azeitona, o que a torna um dos animais com o menor cérebro em todo o mundo, quando considerado proporcionalmente ao tamanho do corpo. A explicação científica para esta característica prende-se com o facto da preguiça ser um herbívoro, que só se alimenta de folhas que existem em abundância nos locais onde vive, e por ter hábitos de vida arborícola, o que lhe permite evitar os predadores sem necessidade de recorrer a estratégias complexas.

44. A tromba de um ELEFANTE tem cerca de 40000 músculos.

45. O CANGURÚ dá saltos que podem atingir os 3,60 metros, apoiado nas patas traseiras.

46. Apesar de ser tão grande, o pescoço de uma GIRAFA tem apenas 7 ossos.

47. O SAGUI-LEÃOZINHO é o menor macaco do mundo. É menor do que uma escova de dentes e pesa menos de 130 gramas. Vive na Amazónia e por ser tão pequeno os índios deixam-no permanecer no cabelo, para que este cate piolhos e outros parasitas de que se alimenta.

48. Os CAMELOS estão adaptados a viver em climas secos. Quando encontram água podem beber de 70 a 100 litros em apenas 10 minutos, que depois conseguem ter durante dias, chegando a andar por dia mais de 250 km.

49. Os animais hibernados diminuem a temperatura do corpo baixando o ritmo respiratório e cardíaco. Neste estado o organismo utiliza muito pouca energia e a que necessita vai buscar às reservas de gordura que foram acunuladas antes do Inverno chegar. Na Primavera seguinte, após o longo sono, os animais acordam magros e esfomeados.

50. Alguns animais que dormem muito no Inverno não chegam verdadeiramente a hibernar. Por exemplo, nos dias menos rigorosos de Inverno, os ursos adormecidos acordam e deixam as suas cavernas em busca de alimento. Nos dias muito frios, mesmo os animais em hibernação acordam e movimentam-se para elevarem a temperatura corporal. Caso contrário acabariam por arrefecer tanto que gelariam.

51. Existe uma espécie de crocodilo de água salgada. Ela está ameaçada de extinção e apenas sobrevive na Papua, Nova Guiné e na Austrália.

52. Existe um peixe que habita as águas das Ilhas Galápagos com o nome de peixe cirurgião, pois possui um espinho na cauda tão afiado como um bisturi.

53. As fêmeas de cavalo-marinho não chocam os seus filhos. Elas dão os ovos aos machos, que os mantêm numa bolsa especial até à altura do nascimento.

54. A variação de tamanho no grupo dos peixes é maior do que em qualquer outro grupo de vertebrados. O inofensivo tubarão-baleia, o maior peixe do mundo, atinge 15 metros de comprimento e pesa mais de 20 toneladas. O menor é o gobídeo-anão-filipino, com apenas 8 milímetros de comprimento.

55. Os esquilos voadores na realidade não voam, como o nome pode sugerir. Eles abrem uma membrana que se estende das patas dianteiras até às patas traseiras, que lhes permite deslizar sobre as correntes de ar. É o mesmo mecanismo que faz planar as asas-delta.

56. Ao contrário de todas as espécies de peixes, das cerca de 370 espécies de tubarões, pelo menos oito espécies são endotérmicas, ou seja, controlam a sua temperatura corporal, tal como os mamíferos. São, por isso, animais de sangue quente.