A B C D E F H I J L M N O P Q R S T U V

DICIONÁRIO   FINANCEIRO

D+ Jargão utilizado no mercado financeiro que expressa o dia da operação e o dia da sua liquidação. D+0= hoje; D+1= amanhã; D+2= depois de amanhã; e assim por diante. Ex.: o cliente enviou um DOC hoje, mas ele será creditado apenas amanhã. O crédito do DOC ocorre em D+1. O "D" significa o dia em que a operação foi comandada ou combinada verbalmente (tal como uma ordem de resgate de um fundo, pelo telefone). O "+ seguido de um número" significa o número de dias necessário para que a instituição financeira efetive realmente a operação. Ex.: as ordens de resgate em fundos de ações ocorrem geralmente em D+3. O investidor ordena o resgate hoje (em "D") e o crédito em sua conta corrente ocorrerá três dias depois, com o valor da cota de "D".
Data de Concessão de Benefício É a data prevista para concessão do benefício do plano de previdência.
Data de declaração Data na qual o conselho administrativo de uma empresa libera, na forma de uma resolução, o pagamento de dividendos aos titulares registrados.
Data de exercício da opção Data de registro em pregão da operação de compra ou de venda a vista das ações-objeto da opção.
Data de Inscrição É a data do registro, pela EAPP, da propostade inscrição do interessado em participar do plano de previdência, concomitantemente à comprovação do pagamento da primeira contribuição.
Data de pagamento Data na qual a empresa faz a remessa de cheques relativa ao pagamento dos dividendos.
Data de registro Data na qual os registrados no razão de ações, aqueles que possuem as ações são apontados como beneficiários de dividendos e direitos sobre as ações.
Data de vencimento da opção O dia que se extingue o direito de uma opção.
Data ex-direito Data em que uma ação começará a ser negociada ex-direito (dividendo, bonificação, subscrição), na bolsa de valores.
Day-trade Conjugação de operações de compra e de venda realizadas em um mesmo dia, dos mesmos títulos, para um mesmo comitente, por uma mesma sociedade corretora, cuja liquidação é exclusivamente financeira.
Dealer São as instituições credenciadas pelo Banco Central a participar dos leilões informais. Os dealers são escolhidos dentre os bancos mais ativos no mercado. Eles têm a responsabilidade de informar os demais bancos sobre o leilão informal. Bancos que falham com essa obrigação são descredenciados pelo BC.
Debênture Quando uma empresa quer captar recursos (conseguir dinheiro) para investir e/ou pagar dívidas, pode emitir títulos denominados debêntures. Os investidores que compram as debêntures; em troca, recebem uma taxa de juros fixa ou variável sobre o valor emprestado. Normalmente os prazos são superiores a um ano.
Debêntures conversíveis em ações Aquelas que, por opção de seu portador, podem ser convertidas em ações, em épocas e condições pré- determinadas.
Deduções estatutárias Parte dos lucros de uma empresa que, conforme determinação.
Déficit Sempre que uma determinada conta é negativa, ela é tida como defícitária. É o saldo negativo entre receitas e despesas, entradas e de recursos.
Déficit Comercial É o valor das importações, que supera ao valor das exportações, de um País.
Déficit Nominal Valor que se gasta acima do que se arrecada, durante um certo período de tempo. Ex: quando se declara que "o déficit nominal do Governo no ano foi de R$ 50 Bilhões", significa que as despesas do Governo foram R$ 50 Bilhões acima do valor das receitas.
Déficit Primário Valor gasto pelo Governo e que excede o valor de sua arrecadação, sem levar em consideração a despesa realizada com o pagamento dos juros da dívida pública.
Déficit Público Valor que o Governo gasta acima do que arrecada, durante um período de tempo, considerando-se os valores nominais, ou seja, somando a inflação e a correção monetária do período. Geralmente a expressão diz respeito ao Governo Federal, mas pode ser aplicada também a governos estaduais.
Deflação É a queda do nível geral de preços. O oposto de inflação.
Demanda Procura por bens e serviços. A expressão "aquecimento da demanda" significa que a procura por determinado bem ou serviço aumentou consideravelmente.
Democratização do capital Processo pelo qual a propriedade de uma empresa fechada se transfere, total ou parcialmente, para um grande número de pessoas que desejam dela participar e que não mantém, necessariamente, relações entre si, com o grupo controlador ou com a própria companhia.
Demonstrações Financeiras Demonstração das principais contas da empresa, relatadas no balanço patrimonial, demonstração de resultado, demonstração das origens e aplicações de recursos, alterações do patrimônio líquido e notas explicativas.
Denominação Valor inicial ou principal de uma obrigação, ou seja, seu valor de face.
Depreciação Perda de valor de algum ativo em decorrência do uso, da ação do tempo, da obsolescência tecnológica ou redução no preço de mercado.
Derivativo Cambial Derivativos são ativos financeiros cujos valores e características de negociação estão amarrados aos ativos que lhes servem de referência. A palavra derivativo vem do fato que o preço do ativo é derivado de um outro. Os derivativos cambiais, normalmente negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), estão atrelados ao dólar.
Derivativos Ativos financeiros cujos valores e características de negociação estão amarrados aos ativos que lhes servem de referência. A palavra derivativo vem do fato que o preço do ativo é derivado de um outro. Ex.: Opção de Telebrás, o preço desta opção é derivado do ativo "ação da Telebrás".
Deságio Diferença para menos entre o valor nominal e o preço de aquisição de um título ou bem.
Desconto É o calculo do valor presente de uma quantia futura. Se um indivíduo deve pagar uma determinada quantia no futuro e decide pagar hoje, pagará menos, tendo em vista que há um desconto pela efetuação do pagamento com antecedência.
Desdobramento de cautelas Sistema de desdobramento de ações, efetuado pelas bolsas de valores, de modo a adequar a quantidade de ações ao lote- padrão.
Despesa Financeira Valor acumulado dos encargos financeiros dos empréstimos e financiamentos, tais como juros, mora, multas contratuais, etc.
Desvalorização da Taxa de Câmbio Perda de valor da taxa de câmbio. Ex: a frase "o real se desvalorizou frente ao dólar" quer dizer que agora deveremos gastar mais reais para cada dólar comprado.
Desvio-padrão Medida de dispersão de uma amostra. Mede o quanto os valores se distanciam da média da amostra.
DI Também conhecidos como o CDI de um dia, os DI – Depósitos Interfinanceiros – refletem o custo do dinheiro de um dia negociado no mercado interbancário. São os DI que estabelecem um padrão de taxa média diária relativa a troca de reservas interbancárias. É essa taxa que os bancos usam como parâmentro para calcular as taxas para operações de empréstimo(crédito).
Diferencial Combinação de possíveis compras e vendas de opções sobre a mesma ação-objeto, porém de séries diferentes.
Direito de retirada Direito de um acionista de se retirar de uma empresa, mediante o reembolso do valor de suas ações, quando for dissidente de deliberação de assembléia que aprovar determinadas matérias definidas na legislação pertinente.
Direito de subscrição Direito de um acionista de subscrever preferencialmente novas ações de uma sociedade anônima quando do aumento de seu capital.
Direitos Veja Benefícios.
Direitos não negociáveis Direitos que são de difícil negociação nos mercados financeiros, como os de litigantes numa decisão judicial.
Direitos negoviáveis Direitos que são de fácil negociação nos mercados financeiros, como os de acionistas.
Disclosure Divulgação de informação por parte de uma empresa, possibilitando uma tomada de decisão consciente pelo investidor e aumentando sua proteção.
Disponibilidade Soma do dinheiro em caixa, em contas correntes bancárias e em aplicações de liquidez imediata.
Distribuidora Veja Sociedade Distribuidora.
Diversificação da Carteira "Não devemos colocar todos os ovos numa mesma cesta". Este é o príncipio da diversificação da carteira. O administrador diversifica a carteira de investimentos para diminuir o risco, comprando uma variedade de papéis e títulos, de tal forma que o risco associado a cada um desses componentes individuais da carteira é atenuado pelo conjunto.
Dívida Necessidade de pagamento de uma determinada quantia, com base num contrato firmado entre duas partes, na qual uma delas cede um ou mais ativos por um determinado período de tempo e, em troca, recebe uma compensação financeira no fim do peíodo.
Dívida de Curto Prazo Dívidas que terão que ser pagas em um prazo menor do que um ano. A expressão "curto prazo" é genérica, e pode ser usada para períodos que variam de um, dois meses, até um ano, dependendo da situação.
Dívida de Longo Prazo Dívidas que terão que ser pagas em um prazo superior a um ano. Longo prazo é uma expressão genérica e o período de tempo à qual se refere pode variar muito, dependendo da situação. Ex.: Dívidas de longo prazo de um país, pode significar prazos de cinco ou trinta anos.
Dívida Externa Privada Dívida das empresas sediadas no Brasil com credores estrangeiros, sejam governos, empresas ou pessoas fora do país.
Dívida Externa Pública Dívida do governo brasileiro com credores estrangeiros, sejam outros governos, empresas ou pessoas fora do país.
Dívida fundeada Dívida de longo prazo.
Dívida Interna Privada Dívida das empresas com governos, empresas e pessoas dentro do país.
Dívida Interna Pública Dívida do governo com empresas, bancos e pessoas dentro do país.
Dívida Mobiliária Federal Dívida do governo federal com empresas, bancos e pessoas dentro do país. Esta modalidade de dívida não é exatamente igual à dívida pública interna, pois está além do governo federal pois contém as dívidas dos estados e municípios.
Dívida não fundeada Dívida de curto prazo.
Dividend Yield É um índice que mede se a empresa é uma boa pagadora de dividendos, levando em consideração o preço à vista da ação. Para se chegar a esse valor, é preciso dividir o dividendo pago por ação pela cotação atual do papel. As empresas que atingem os maiores percentuais são aquelas que melhor remuneram seus acionistas.
Dividendo É a parcela do lucro da empresa que é distribuída aos acionistas.
Dividendo cumulativo Dividendo que, caso não seja pago em um exercício, se transfere para outro.
Dividendo por ação Corresponde ao montante reservado ao pagamento de dividendos por uma determinada empresa divido pelo número de ações que esta possui. As empresas conseguem as melhores relações entre dividendos e número de ações são as que mais remuneram seus acionistas na forma de dividendos.
Dividendo pró rata Dividendo distribuído às ações emitidas dentro do exercício social proporcionalmente ao tempo transcorrido até o seu encerramento.
Divisas Dólares e moedas estrangeiras. As reservas internacionais de um país são compostas de divisas.
DOC Sigla de Documento de Ordem de Crédito. Ordens de depósito de dinheiro entre contas bancárias.
Dólar Cabo Semelhante ao dólar paralelo, com a diferença que o valor é transferido eletronicamente para uma conta corrente no exterior, portanto não ocorrendo nessa transação o manuseio físico das cédulas de dólar.
Dólar Comercial Taxa de câmbio utilizada nas operações comerciais do país, no pagamento do serviço da dívida externa e nas remessas de dividendos das empresas com sede no exterior.
Dólar Flutuante Taxa de câmbio utilizada nas principais operações financeiras e na conversão de dólares de residentes
Dólar Futuro Cotação esperada pelo mercado financeiro do valor do dólar, no futuro. A idéia básica do dólar futuro é que ao comprá-lo, o investidor esteja garantindo o valor que pagará pelo dólar no futuro, desta forma minimizando seu risco e ficando a salvo das variações do mercado, pois conhece hoje o valor que pagará pelo dólar, no futuro.
Dólar Paralelo É o valor para comprar ou vender dólar fora dos meios oficiais de conversão, geralmente realizada através de doleiros. Também conhecido como dólar black ou câmbio negro.
Dow Jones Índice usado para medir a performance do mercado norte-americano, composto pelas 30 ações mais negociadas na Bolsa de Valores de Nova Iorque - NYSE (New York Stock Exchange).
Dumping Venda de produtos a preços mais baixos que os custos, com a finalidade de eliminar os concorrentes e conquistar fatias maiores de mercado.