A B C D E F H I J L M N O P Q R S T U V

DICIONÁRIO   FINANCEIRO

P.O.S. (Point of Sale) aparelho usado para ler o cartão nas lojas. Este aparelho é que intermedia a transação cliente-administradora.
P/L Índice Preço/Lucro: um índice muito usado no mercado financeiro para comparar o preço de diversas ações, tentando identificar qual está barata ou cara. Mede teoricamente o prazo, em anos, em que o investidor teria o retorno do seu investimento, assumindo-se a distribuição integral dos lucros da empresa. Sua fórmula é: cotação dividida por lucro por ação.
Pagamento vultoso Quando o pagamento final de um empréstimo ou financiamento é muito grande.
Paridade do poder de compra Idéia de que o poder de compra dos diferentes países, medido pela cotação de suas respectivas moedas, se mantém constante em função de ajustes na cotação das moedas para que a paridade se mantenha.
Paridade relativa do poder de compra Quando se compara o poder de compra de duas moedas, deve-se levar em consideração a variação do nível de preços das duas economias, pois esta irá refletir na variação cambial entre as duas moedas.
Participante Associado, segurado ou beneficiário incluído nos planos de previdência privada.
Passivo (Liability) O passivo compreende todas as obrigações e dívidas de uma empresa.
Passivo circulante O passivo circulante de uma empresa corresponde às suas dívidas e obrigações de curto prazo.
Passthrough Reflexo do aumento da taxa de câmbio sobre os preços internos, inflação. Quando o dólar se valoriza frente a moeda nacional, os produtos importados ficam mais caros e os produtores internos ganham uma margem maior para aumentar seus preços e ainda se manterem competitivos. Além disso, muitos produtos tem componentes importados e com o aumento do preço destes, os produtores repassam para o consumidor tais aumentos.
Patrimônio Conjunto de bens e direitos de uma pessoa ou empresa.
Patrimônio líquido No balanço patrimonial, a diferença entre o valor dos ativos e dos passivos e resultado de exercícios futuros, representa o patrimônio líquido, que é o valor contábil pertencente aos acionistas ou sócios.
PEA Sigla utilizada para identificar a População Economicamente Ativa de um país. Isto é, aquela população em condições de trabalhar.
Perfil de Risco Classificação do investidor quanto à sua pré-disposição em correr riscos.
Performance Desempenho obtido em alguma atividade. No mercado financeiro, uma taxa de performance é cobrada em fundos de investimentos quando a rentabilidade ultrapassa um mínimo acordado previamente.
Periferia Era assim que o conjunto dos países subdesenvolvidos eram conhecidos antigamente. Os países mais desenvolvidos eram chamados de centrais.
Período de Benefício É o período durante o qual o participante e, quando for o caso, o benefiário faz juz ao recebimento do benefício contratado.
Período de Diferimento É o período existente entre a data de inscrição e a data de concessão do benefício do plano de previdência.
Período Indenitário Período determinado durante o qual o segurador reembolsará determinadas despesas. Geralmente previsto nos seguros de perda de aluguel, pagamento de aluguel a terceiros ou interrupção de atividade profissional.
Permissionária Sociedade corretora especialmente admitida no pregão de uma bolsa de valores, da qual não possui título patrimonial.
PIB Sigla para Produto Interno Bruto
Compreende o conjunto de todos os bens e serviços produzidos em uma região, usualmente um país.
PL Participação no Lucro - Quantidade do lucro de uma empresa que é distribuído aos funcionários.
Plano Termo utilizado para se referir em quantas vezes o valor da compra será parcelado. Ex: plano 12 é o mesmo que em 12 vezes.
Planos de Capitalização São os planos em que são determinadas as formas em que se acumulará o capital, tempo de duração, resgate, sorteios (antecipando o resgate ou provisionando um capital adicional imediato), participação nos lucros da sociedade emissora, etc. ...
Player Participante de um mercado. Ex.: após a privatização da Telebrás, existirão dois players (empresas) em cada região estabelecida.
PN Sigla que identifica as ações preferenciais. Tais ações não dão direito a voto aos seus portadores. Entretanto, eles têm preferência na distribuição de dividendos e restituição de capital, caso a empresa acabe.
PN Sigla que identifica as ações preferenciais. Tais ações não dão direito a voto aos seus portadores. Entretanto, eles têm preferência na distribuição de dividendos e restituição de capital, caso a empresa acabe.
PN Sigla que identifica as ações preferenciais. Tais ações não dão direito a voto aos seus portadores. Entretanto, eles têm preferência na distribuição de dividendos e restituição de capital, caso a empresa acabe.
Pó (Virar Pó) Gíria utilizada pelos profissionais do mercado financeiro, significando título e/ou investimento que perdeu totalmente o seu valor no mercado. Ex.: "meu investimento naquela ação virou pó".
Política Cambial Conjunto de medidas tomadas pelo governo que afetam a formação da taxa de câmbio. É diferente da política monetária por atuar mais diretamente sobre todas os fatores relacionados às transações econômicas do país com o exterior.
Política de Investimento Estratégia adotada pelo governo no sentido de priorizar algum segmento econômico na destinação de seus investimentos, de modo a obter maior retorno para a sociedade. Na administração de recursos, política de investimentos é a definição das regras e forma de atuação de como determinado fundo seria administrado.
Política de Rendas Estabelece controles sobre a remuneração dos fatores diretos de produção envolvidos na economia, tais como salários, depreciações, lucros, dividendos e preços dos produtos intermediários e finais.
Política Econômica Conjunto de medidas tomadas pelo governo com o intuito de direcionar o rumo da economia de acordo com os seus interesses.
Política Fiscal É a política de receitas e despesas do Governo. Envolve a definição e a aplicação da carga tributária sobre empresas e pessoas físicas, e a definição dos gastos do Governo com base nos tributos arrecadados. Exerce um forte impacto na política monetária.
Política Fiscal Política de gastos do governo. Uma política fiscal expansionista se caracteriza pelo aumento dos gastos do governo. Ao contrário, uma política fiscal contracionista se consiste na diminuição dos gastos públicos.
Política Monetária Conjunto de medidas que definem o controle da oferta de moeda e consequentemente das taxas de juros, visando garantir a liquidez ideal para cada momento econômico. O executor dessas políticas é o Banco Central e um dos instrumentos clássicos utilizado é o depósito compulsório.
Pontos do Pregão Os pontos do pregão representam o somatório da média de desempenho dos papéis do Índice Bovespa em um dia.
Portabilidade É a possibilidade do participante transferir, total ou parcialmente, a reserva matemática de benefícios a conceder do plano de previdência.
Portfólio É um conjunto de títulos e valores mantido por um fundo mútuo ou por um investidor.
Pós-fixado Característica de um tipo de investimento onde a rentabilidade não é conhecida a priori, sendo determinada a posteriori, geralmente vinculado a algum tipo de indexador.
Posição em aberto Saldo de posições mantidas pelo investidor em mercados futuros e de opções.
Poupança Esta modalidade de investimento é a mais tradicional do mercado e considerada uma das mais conservadoras. Permite ao investidor aplicar pequenas somas com rendimentos a cada 30 dias. Todas as aplicações estão garantidas até o limite de R$ 20 mil por CPF, assegurando a retirada dos recursos caso a instituição depositária quebre. A remuneração da Caderneta de Poupança é composta pela TR (Taxa Referencial) + 0,5% ao mês. A TR é calculada a partirde uma média das taxas de juros de mercado, aplicado um redutor. Por ter sua rentabilidade atrelada à TR, o desempenho da poupança está relacionado ao comportamento da taxa de juros. As oscilações tendem a ser mais tênues do que as apresentadas pelos fundos de renda fixa, por exemplo, por ser a TR uma taxa média. Os recursos desta modalidade de aplicação são destinados ao
financiamento da construção civil e da compra de imóveis.
PPI dos EUA Producer Price Index. É o índice de preços ao produtor nos Estados Unidos calculado pelo Bureau of Labour and Statistic. O índice de preços ao produtor mede a variação dos preços dos insumos adquiridos junto aos fornecedores das fábricas e empresas, ou seja, a variação dos preços para os produtores das mercadorias que serão colocadas ao mercado para os consumidores.
Prazo de subscrição Prazo fixado por uma sociedade anônima para que o acionista exerça seu direito de preferência na subscrição de ações de sua emissão.
Pré-Fixado Uma aplicação pré-fixada tem a sua rentabilidade conhecida a priori, ao contrário da pós-fixada. O investidor já sabe ao fazer a aplicação o valor em percentual da rentabilidade a ser recebida.
Preço Alvo Cálculo do valor de determinada ação usado pelos analistas fundamentalistas para definir se uma ação está barata ou cara. O preço alvo é calculado através do fluxo de caixa descontado.
Preço de exercício da opção Preço por ação pelo qual um titular terá direito de comprar ou vender a totalidade das ações-objeto da opção.
Preço de subscrição Preço que os acionistas com direito de subscrição devem pagar para comprar as ações a que têm direito.
Preço Justo O preço justo é um dos critérios usados pelos fundamentalistas para avaliar se o papel está caro ou barato. O cálculo do preço justo de uma ação é feito através da estimativa do valor de uma empresa dividido pelo número de ações que ela tem.
Pregão Sessão na qual se efetuam negócios em uma bolsa de valores, diretamente na sala de negociações ou pelo sistema eletrônico.
Pregão eletrônico Sistema eletrônico de negociação por terminais, que permite a realização de negócios, por operadores e corretoras credenciados, nos mercados a vista, a termo e de opções, com papéis e horários definidos pela BOVESPA.
Prejuízo Quando as despesas são superiores às receitas.
Prejuízo Acumulado Na contabilidade, prejuízo acumulado é um sub-item do patrimônio líquido que surge quando a empresa acumula prejuízos.
Prêmio Excedente pago aos controladores de uma empresa sobre o preço de suas ações ordinárias para a aquisição da mesma. Por exemplo, se a ação ordinária de uma empresa está cotada a R$ 4,00, os compradores teriam de ofertar um preço superior para convencer os detentores destas ações a vendê-las. Se a oferta de compra for de R$ 7,00 por ação, o "prêmio" pago por ação será de R$ 3,00.
Prêmio da opção Preço de negociação, por ação-objeto, de uma opção de compra ou venda.
Prêmio de risco É a diferença entre a taxa de juros de uma aplicação sem risco e uma aplicação de risco. O conceito básico é que para investir em alguma aplicação de maior risco, o investidor deve receber um prêmio por isso. Esse prêmio vem na forma de uma melhor remuneração que compense este risco.
Prêmio do seguro Quantia paga pelo Segurado à Seguradora, para que esta assuma a responsabilidade de um determinado risco. E o custo do seguro. O cálculo é feito com base no prazo do seguro, importância segurada e exposição ao risco.
Prestação Parcela de uma dívida.
Previdência qualidade do previdente; antevidência; cautela; prudência; precaução.
Previdência Privada Planos privados complementares à previdência social, de caráter opcional e voluntário, com benefícios sob a forma de pecúlio ou renda.
Primeira Linha Jargão usado no mercado financeiro para designar as ações mais negociadas em bolsas de valores. Também chamadas blue chip.
Principal Valor de um empréstimo, não incluindo os juros a serem pagos.
Princípios Contábeis Geralmente Aceitos (PCGA) Conjunto de conceitos e procedimentos usados na montagem e apresentação das contas de uma empresa.
Privatização Processo de transferência do controle acionário governamental para instituições privadas ou pessoas físicas.
Proponente É o termo de usado para o cliente que possui uma proposta para adquirir o cartão que esta sob aprovação.
Proposta Representa a vontade do Segurado de transferir o risco para o segurador. Pode ser preenchida pelo próprio segurado, pelo seu representante legal ou pelo corretor de seguros.
Proposta de Inscrição É o documento mediante o qual o interessado expressa a intenção de aderir ao Plano de Previdência Privada, manifestando ter pleno conhecimento das condições estabelecidas no Regulamento e no Contrato.
Prorrogação A prorrogação é um adiamento do prazo para pagamento de dívidas promovido através de um acordo voluntário.
Prospecto Permite ao investidor interessado em comprar títulos de uma empresa ter mais conhecimento dela e da operação que será realizada.
Proventos Veja Benefícios.
Proxy Hipótese utilizada como referência para se estimar o valor de uma variável, antes de conhecê-la
Ptax Média diária da cotação de determinada moeda estrangeira, principalmente o dólar em reais.
Pulverizar o Risco Significa distribuir ou dividir as responsabilidades do risco assumido pelo Segurador, através do cosseguro ou do resseguro.